Livro de Ponto

...Soma e Segue...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Crescemos para isto então

Estava, há coisa de dez minutos atrás, a jantar a minha caneca de leite, encostada à banca da cozinha  (visto serem meras vinte e três horas) e dou comigo a divagar...os pensamentos já lá iam longe e...pelo conteúdo dos mesmos, desuso que estivesse a ficar com febre novamente.

Então, crescemos para isto?! É para isto que crescemos?!...

Pergunta a Alice à mãe, já mulher feita, ao chegar exausta de mais um dia de trabalho.
- É para isto mãe?! Foi para isto que eu vim ao mundo? PIOR! Foi para isto que eu quis crescer?
A mãe suspirava enquanto arrumava a cozinha e, de si para si, murmurava "ainda tu não viste nada"...
Alice, muito senhora do seu nariz, continuava a sua pregação:
- Não acredito! Não consigo conceber a ideia de levar todo o resto da minha vida assim! Sem horários, sem contrato, sem ligação laboral, sem um plano delineado para o meu futuro! E PIOR mãe, sujeita a mandarem-me embora sem qualquer justificação! Só porque...sim. Dona Ana, serena nos seus falares, pousou o pano com que limpava o fogão, fez sinal à Alice para se sentar e disse-lhe:
- Alice, filha. O que tu estás a passar, a mãe e o pai já passaram. Já te dizíamos isso em criança, quando querias à viva força crescer para tirar a carta! Calma filha! Haverá dias assim, mas também os terás melhores, com os teus filhos, com o teu marido!
- Mãe! Eu tenho quase TRINTA ANOS! Não tenho marido, nem planeio ter filhos! Não consigo sustentar uma casa sozinha nem progredir no meu trabalho! Não consigo...e dou o meu melhor mãe....todos os dias (chorando)...onde errei mãe?...(soluçando)
A mãe nada disse. Abraçou-a. Deixou-a chorar. Quando Alice se acalmou, deu-lhe um beijinho na face e sorriu: - A vida nem sempre é justa com os que mais merecem.

4 comentários:

Giuseppe Pietrini disse...

Eu também não consigo sustentar uma casa sozinho nem progredir no meu trabalho! E tenho 50 anos... Beijim. Giuseppe

Feliz aos Trinta disse...

...Nem sei bem que dizer...será que somos demasiado ambiciosos?!
Um abraço*

tiago disse...

a vida não é fácil mas isso também nós sabemos. Uns dias melhores outros piores e lá vamos indo...
É um excerto? Retrata muito bem...

Feliz aos Trinta disse...

Nao Tiago - não é um excerto. É uma projeção... :(