Livro de Ponto

...Soma e Segue...

sexta-feira, 29 de abril de 2011

De rir!



Não, ainda não fiz a tatuagem - que a coisa não correu lá muito bem...as estrelas ficavam tortas e eu quero a coisa perfeitinha! Afinal, é para a vida...o que pronto, já me deixou de pé atrás...porque já não estou tão segura... (o pior é que isto se aplica a quase tudo na minha vida - vou cheia de certezas e depois...já não é nada disso...) Ai o raças! Agora ficou adiada...estou com medo! E se fica mal? E se não gosto? Ahh que caraças que não me consigo decidir!


quinta-feira, 28 de abril de 2011

Dar de Mim

Amanhã é o dia! É o dia de deixar uma marca importante na minha vida e em mim. Por isso, quis assinalá-lo com algo que é bastante importante para mim: dar sangue.
Antes de fazer a tatuagem, quis tomar este gesto - que me te sido impossível nas ultimas vezes, devido a uma baixa hemoglobina...- pois no próximo meio ano não o poderei fazer!

Hoje dei um pouco da minha vida a alguém!

Sinto-me feliz!

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Marcas que ficam


Estou a manter-me à tona. Tal como disse à minha melhor amiga, uma, duas semanas no máximo e fico curada. A verdade é que começo a conhecer os meus timings e a aprender a conviver com eles. Quando estou frágil, peço que me mimem e, dessa força, os dias vão passando e o vazio é preenchido até que sara.
Claro que, uma ferida é sempre uma ferida. As cicatrizes levam tempo a desaparecer - mediante a profundidade do ferimento - e algumas irão acompanhar-nos o resto da vida.

Mas desta vez, pretendo dar a volta por outro lado. Sim. Se dúvida! Quero marcar uma viragem e não será com uma ferida, mas com uma tatuagem. É isso. Estou numa fase de mudança, delineei planos para este ano e, embora este não fosse um deles (por ser antiquíssimo e, já em tom de covardia, disse para mim que quando fores magra fazes uma...ups...) passou a sê-lo a partir de hoje, pelo que já estou a tratar do assunto!

Loucura?! Não sei e, honestamente, nem vou perder muito tempo a pensar nisso!
Siga! Prá frente é qué caminho!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Mais do mesmo não...por favor.

Dias...de Amigas

Ontem foi um dia triste. O post disse tudo. Tenho um coração bom (caguei para quem ache que não sou nada modesta) e sofro por saber que pessoas que me foram especiais estão a sofrer...pior, a sofrer por mim.
A Nanaúuu, sabendo do meu estado deprimente, tirou-me de casa - fomos passear no shopping. Falámos, rimos, desabafei. As minhas amigas são pedras preciosas na minha vida. Quero muito ser feliz...elas sabem-no e dão o seu contributo mais querido.

Exprimentámos roupa, tirámos fotografias como adolescentes e vim mais leve para casa.

Já hoje, reunimos novamente para jogar conversa fora - patins às costas, raquetes e aí vão as mosqueteiras dar ar da sua graça! Conversámos muito...(mais do que jogámos/patinámos)...já nos conhecemos tão bem e ouso dizer que já não passamos umas sem as outras - irmãs para a vida.

Mais tarde, a minha melhor amiga, a Bailarina, juntou-se a nós - veio tarde, como sempre - mas veio dar ainda mais calor à nossa tarde. Ela ouviu-me...ela compreendeu-me...e ela vai-me levar à Queima do Porto.

Quero, preciso de voltar a ser feliz - de deixar estes dias melancólicos e sorrir para a vida e para o que ela tem para me oferecer. Sei que com elas (e claro, com a minha família), tudo se torna mais fácil.

domingo, 24 de abril de 2011

Assim não dá

Se eu tento avançar com a minha vida, se eu tento esquecer o passado, deixá-lo lá trás, numa caixinha especial, sem rancor, sem ódio, sem ressentimento...apenas junto das coisas boas (quais amêndoas da Páscoa)...Porquê que vens agora quebrar a paz que a tanto custo consegui alcançar? Porquê que vens como alma arrependida pedir mais de mim, do meu tempo, da minha vida?...
Não.
Acabou.
Não há mais to be continued - a actriz principal deixou o palco, não representa mais contigo, vilão, o teatro que foram nove anos. (quantas chances, quantas hipóteses, quantas mudanças, quantas terapias, quanta medicação, quanta aflição...basta!!)


video

Não quebres o respeito e o carinho que tenho por ti...Não insistas. Deixa-me viver, sentir paz, respirar de alivio, deitar a cabeça na almofada seca...

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Não saberia ser diferente...



Às vezes dou comigo a pensar que tenho sido ingrata com a vida...

Estive a ler alguns posts mais antigos, em que falo de família, de amigos, mas principalmente do trabalho, que é um campo ao qual dou muito valor - afinal foram 16 anos a estudar, a investir e a sonhar com uma profissão da qual ainda provei muito pouco...pouco de oficial: uma turma. A minha turma.

No entanto, como já expus, continuo ligada ao ensino - na área das explicações, que adoro e onde consigo alcançar vitórias que me deixam tão, mas tão realizada! Não há preço, não há palavras para descrever o que sinto quando os meus alunos, que já são 17 (é uma turma) atingem os objectivos ou mesmo superam-nos!

O mundo das explicações têm-me proporcionado uma experiencia enriquecedora: contacto com outras estratégias de ensino, outros materiais...uma panóplia de coisas. Mas, também me tem trazido dissabores: concluo que tenho colegas que não dão qualquer valor à profissão - àquilo que para mim é uma dádiva: ter uma colocação!

Bem, queixumes à parte, quero aqui deixar algumas passagens, presunçosas - é certo -, mas que são dignas do orgulho e da certeza de que não podia ter escolhido outra profissão.

Sabem, para o ano não sei se estarei aqui.
Porquê professora?
Vou concorrer para todo o país e posso ficar em qualquer lado…
Vais-nos deixar?
Ainda não é certo, mas pode acontecer…
(silêncio)
Hey! Não vos quero assim! Pode vir uma professora melhor! Quem sabe?!
Não…duvido…não há nenhum professor melhor que a professora.

Recebi pecinhas Pandora de um dos meninos e de outro, um coelhinho lindo feito artesanalmente pela avó.

Sabes professora, na escola dizem que somos a pior turma…
Op, não liguem a isso! Os professores dizem sempre isso! Os meus também diziam! Vocês têm de ver é as pautas!
Mas é verdade professora! Nós fazemos barulho, somos expulsos…
Digam-me lá, alguma vez vos pus na rua?!
Não…
Alguma vez gritei convosco ou me chateei convosco?!
Não…
Mas vocês são os mesmos alunos que estão na vossa turma! E eu nunca precisei de me chatear convosco…porquê?
Porque nós gostamos de ti…
(silencio meu)

Vá! Vamos lá fazer esse exercício! É fácil!...quer dizer, a menos que não saibas ver as horas…sabes?
(Abana a cabeça a dizer que não e começa a chorar)
Hey! Parou! Não há cá choraminguices! Ensinaram-te a ver as horas?
(não com a cabeça novamente)
Nem no apoio?
(não com a cabeça)
Queres aprender isso num instantinho?! É super fácil! ‘Bora lá?!
Na aula seguinte, a mãe da aluna ofereceu-me um relógio e têm-me trazido a colecção da Hello Kitty, que eu adoro!

Não são os miminhos que eles me dão que me fazem dar mais ou menos de mim, poderia citar mais alguns:
- Bolinhos feitos para o nosso lanchinho;
- Chocolates;
- Perfumes;
- Cremes;
- Pulseiras;


É o amor, a cumplicidade, os laços que se criam entre nós que me faz querer dar mais e mais por eles! É o sucesso deles, o meu sucesso, a felicidade dos pais, a minha felicidade...é isso e...não saberia ser diferente!

Preparando o Verano #2

Mais uns minutinhos de passadeira...correndo, andando...Na hora faz-me milagres. Mas no dia seguinte fico de ressaca - não me dói absolutamente nada, rien de rien, mas fica uma molesa...ui que eu gosto tanto do sofa e dos cobertores quentinhos! Rija, mas mole!


quinta-feira, 21 de abril de 2011

Plágio

Gosto e vejo/leio com prazer todos os blogues que sigo. Hoje, neste encontrei um post delicioso, daqueles que dá vontade de imprimir e colar em cada poste da cidade...que dá vontade de enviar para todo o mundo masculino dizendo-lhes: hey malta é isto! Perceberam?!


"Se não a desejares com todas as tuas forças, se o cheiro dela não teimar em permanecer no teu cérebro, se não deres por ti perdido no caminho porque estavas a pensar nela e nem reparaste que a saída da autoestrada era lá atrás, se não te imaginares a tocá-la ao mesmo tempo que tentas negociar o melhor spread com os tipos do banco, se não se te afigurar que não há outra igual no mundo, se não te questionares sobre o que andavas cá a fazer antes de ela existir, se não te sentires insignificante quando ela fala, se não te deslumbrares, se não te parecer sublime a forma como ela se move, se não te perturbares porque o telemóvel está silencioso e já passaram dez segundos desde que lhe mandaste a mensagem, se não te afogueares só porque ela sorriu para o empregado do restaurante quando encomendou o jantar, então, meu caro, é porque não estás apaixonado coisa nenhuma."

O texto é do Pipoco, que eu idolatrava!

Preparando o Verano #1

Este ano não me poderei dar ao "luxo" de fazer grandes compras - o orçamento é baixo e, de certa forma, ganhei um guarda-roupa novo (da minha mana).

No entanto, a lady is always a lady, e rendi-me aos encantos deste chapéu, na versão black!

Vai ficar estrondoso em mim, no meu bikini branco e em Cabo Verde!

É o que faz sair ao shopping com a Caracolinhos!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Bela, Sexy e Jovem!


Mais uma excelente capa! Este mês/ano, vou tentar apregoar este slogan! Que vos parece?!
Adoro capas de revista decididas! Que nos lançam estes desafios!

domingo, 17 de abril de 2011

Que exagero!


"Oh professora, tu estás magríssima!"
"Ana, é impressão minha ou tu estás a ficar pele e osso?"

Opá! Vá-lá! Não estraguem o meu barato!

Esta semana vesti umas 34 da minha little sister! Nem lhe disse nada, que ela vinha logo argumentar que lhe estavam largas e que também tem 32! Pf!
Porque é que as minhas saidas à noite com as minhas amigas não são assim?! Com um flirt delicioso, com um tipo giríssimo, cheio de charme, que nos encara, nos envolve...e com amigos giros para cada uma delas?!

video

E que terminassem ainda melhor! Assim dois para dois! Muito swing, muito charme, glamour...Ah! a ideia foi minha! Por isso o final é meu!

video

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Hoje foi um dia repleto de sentimentos - confusos, dispersos, sem nexo, sem fundamento...sem nada! Não me consegui encontrar hoje - ri, chorei, tive medo, fiquei confusa, senti orgulho...

A vida corre tranquila, cada vez menos reguila
meto guita de parte e a cabeça não vacila tanto
Para minha alegria e meu espanto
Pode ser que o passado fique por onde deve estar:
No pretérito imperfeito, já que não é mais-que-
perfeito,
Este é um presente que eu aceito
Para atingir a tranquilidade
Que supostamente se atinge com a nossa idade

Pode ser


Sempre perto da loucura, sempre sol de pouca dura
Eu meto água na fervura disfarçando com brandura

Eu - tenho medo que o feitiço vire o feiticeiro
Eu tenho medo que desta vez partas tu primeiro
Tenho tanto medo que talvez compre um rafeiro,
perca o medo de uma vez e te ganhe por inteiro.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

keeping Fit

Pois é malta! Há já algum tempo que não falo de uma das mais importante alineas do meu new years resolutins. Acho que é uma excelente altura para o fazer!
Ora bem:

Andava eu às turras com uns quilogramazitos há séculos, quando me rendi aos milagres de uma dieta que, daqui a uns tempos revelarei, antes que me crucifiquem de imediato com lições de moral e etcs que eu dispenso de todo. Fui a uma consulta no final de dezembro e, no arranque do novo ano iniciei o tratamento. Ora, passados três meses completos e reforços nos hábitos alimentares e prática de exercício, os resultados são os seguintes: oito quilogramas já eram! O médico só me deixa perder 8,5 mas eu sou teimosa como uma burra (daí andar sempre a partir a cabeça - mas isso são outros a partes) vou chegar aos 10. A nível de ginástica, estou muito orgulhosa da minha pessoa: ainda consigo correr, consecutivamente meia horinha! Pois é! Conseguia essa proeza na altura em que dava uns toques de futesal...e receava já não estar em forma! Mas estou sim senhora e melhor, não trinta, mas quarenta minutinhos! Olé!

Run run as fast as you can! Aqui.

Apesar de tudo, ainda me sinto xuxu...creio que agora já é mania da minha cabeça e ânsia do menos, menos, menos. Já entro lindamente no 36 e vou fotografar o dia em que chegar aos 55kg! (falta um!)

Pronto! Clap Clap Clap Clap!
Obrigada!




terça-feira, 12 de abril de 2011

Ainda falta muito para o Verão?!?

Ai que este sol faz-me milagres! Hummmm! Acordar e ver o azul do céu, sentir aqueles raios clarinhos a baterem-me na cara e pensar: o verão está a caminho! Yeah!
Depois o inevitável:


 Já estou a fazer o filme todo...5 amigas, uma casa, muito sol, muita Pêra e praínha da boa!

Ainda falta muito para Agosto?!?

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Bem-me-quer...

Após anos...volto a pegar nas flores amarelinhas, enquanto passeio o Lab, e digo lentamente, como sussurrando: bem-me-quer...mal-me-quer... A flor diz que sim...e descrente como estou, já nem na natureza acredito...


sábado, 9 de abril de 2011

Sábados ... Doces Sábados

São doces quando temos uma saída à noite na véspera - chegamos à Disco e está fechada! - Dormimos umas poucas horas...tomamos um bom duche e vamos trabalhar um bocadinho - mas pouco, que é para não fazer calos...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

# 2 True or False



Um namoro de muitos anos raramente dá em casamento.

1.ª Análise: O que é muito tempo?
2.ª Análise: Quantos conheço?
3.ª Análise: Quanto tempo dura e como dura?
4.ª A Constatação: Olha eu...