Livro de Ponto

...Soma e Segue...

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Raiva

Estou com uma raiva imensa...tive a feliz, ou infeliz ideia de ir ao S. João no Porto - que sim, é uma festa fantástica...bom ambiente... - e chego ao carro e tenho as duas, sim, as duas portas riscadas... É indiscritível o que estou a sentir... Além de tristeza, consome-me uma frustração incomensurável pela impunidade destas pessoas, vergonha da sociedade animalesca em que nos estamos a tornar. Não, não o deixei mal estacionado, não, não o deixei numa zona escura...as duas portas...

Qual é a satisfação com que alguém faz uma merda destas? Qual é o gozo de imaginar alguém a  entregar praticamente todo o seu ordenado para reparar a maldade alheia? ... E depois acham estranho eu ser a favor da justiça nua e crua: olho por olho, dente por dente...

Do que me resta como cidadã, liguei para a PSP local. Contei o sucedido e, conforme o senhor agente me disse: coisas dessas são a prata da casa. Ai sim? ... e o quê que é feito nesse sentido? Nada. Absolutamente nada. Desta vez sou obrigada a concordar que o nosso país é a verdadeira república das bananas. Onde quem trabalha, é honesto e justo, vê as suas coisas serem destruídas por escumalha da pior espécie. Até à hora não há queixas da zona onde coloquei o carro, mas em todo o caso, fica aqui a localização. (Já que queixas contra desconhecidos dão sempre em águas de bacalhau...)

Para que conste, fiquei junto ao metro, num estacionamento normal, na paragem D. João II.




6 comentários:

Monóloga disse...

Enraivece qual um!!!
RRRRRRRRRRR

Giuseppe Pietrini disse...

Feliz, deves ter uma apólice de seguro automóvel que serve justamente para estes incidentes e outros. E não aceites nenhuma resposta da tua companhia de seguros que te diga o contrário. Pode ser dura a tua luta mas não desistas.

É lamentável o que te sucedeu mas não agridas quem não tem culpa. Por exemplo, o nosso país, pelo qual eu não morro de amores também. Einstein sabia a dimensão da estupidez humana. Essa é que é o teu bode expiatório.

Jinho :-(

Feliz disse...

Giuseppe...eu sei que tens razão...juro que sei...e tu sabes que nao me refiro ao país em si...mas à conjutura, à gente que o povoa...Ainda não falei com a companhia - aguardo regressso de viagem dos meus pais...Espero que tudo corra pelo melhor...

Monóloga disse...

Enraivece qualquer um*
(queria eu dizer...)

Feliz disse...

Eu percebi sweet ;)
Obrigada pela força..hoje foi um dia de cão.

tiago disse...

Falta de civismo das pessoas. Não ganham nada em destruir o que é dos outros...enfim
É daquelas coisas que nos deixam piursos....