Livro de Ponto

...Soma e Segue...

terça-feira, 13 de março de 2012

Como renasce um amor # 1

Haha! Ora vamos cá começar um conto de fadas! Não...não é esse...é o dos dragões e das bruxas más...hum...Vá, ficamos pela Feliz antes de ser feliz.

Há muito, muito tempo atrás, vivia num lindo prado, à beira de pinhais plantado, uma jovem muito bela, de cabelos louros, que antes eram ruivos e anteriormente pretos. Feliz era o seu nome...mas a jovem não se sentia assim, pois faltava-lhe algo para se sentir completa. (por essa razão, começou a escrever um blog, contando as suas aventuras e desventuras, crendo que, aos trinta anos estaria a escrever, Feliz, e num contexto totalmente diferente do do capítulo inicial)

Os dias iam passando...Feliz aproveitava-os com aqueles que lhe eram mais queridos: família e amigos. Habitualmente, saia com as amigas, aos fins de semana, onde aproveitava para se divertir à brava! Até que um dia...

Reencontrou um antigo namorado.

Os dois já não se viam há algum tempo. Feliz estava mais bonita (diziam), mais magra e mais radiante e o príncipe, que sempre fora bonito, estava um pouco mais abatido. Os dois conversaram durante o baile da corte e entre as conversas, o príncipe foi bebendo, e bebendo... Ao soar das quatro badaladas, a princesa teve de abandonar o baile com as suas amigas. Cordialmente, despediu-se do príncipe que, embriagado e entre lágrimas, agarrou-se a ela e lhe declarou o seu eterno amor.

Feliz condoeu-se. Era muito sensível e a dor dos outros sempre lhe causou sofrimento. Como dama cordial que era, ofereceu-se para levar o jovem no seu coche. Este, entre soluços, aceitou, após minutos de relutância. A princesa levou-o para o seu palácio. Deu-lhe chá e bolachas e obrigou-o a descansar, enquanto ela chorava por ver o antigo amado naquele estado. Não dormiu nessa noite e na manhã seguinte deixou o príncipe na sua charrete, partindo para o castelo dos pais, onde chorou todo o dia, lamentando o estado do (ex) amado.


7 comentários:

Paulo Nunes disse...

Chuif...já tenho uma lágrima no canto do olho!!
conta mais!! adoro histórias de amor!!
Já meti a gravar esta telenovela! :)

Miss Cleo disse...

O amor é tão bonito ;)

Célia Mafalda disse...

Há amores que nem o tempo consegue apagar...

Que a Feliz seja sempre muito feliz!

monóloga disse...

às vezes só damos valor a alguém quando a perdemos....

Feliz disse...

;) So true!!

tiago disse...

Como se costuma dizer, só damos o devido valor, quando perdemos alguém. Infelizmente o ser humano continua e continuará a pensar/fazer dessa maneirz.
Em relação ao post, apesar do principe já estar num estado menos bom, teve o descernimento, cabeça, de confessar o seu arrependimento e dar um passo na luta pelo seu amor.
Acho que o facto de estares mais magra, bonita, etc etc, não que r dizer nada. O sentimento estava lá e quando está não ha forma de o negar, esconder.
Espero que corra tudo bem para os dois.
Ps:quando houver uma festa importante, eu quero ser convidado, ahahahaha
:D

Feliz disse...

Mas há dúvidas?!? Não!!! :D