Livro de Ponto

...Soma e Segue...

terça-feira, 1 de maio de 2012

Querem que fale do 1 de maio

E eu falo.
Não era suposto fazer comprar, e eu até sou contra. Mas com visitas em casa, tudo o que tinha foi embora! Não fui ao pingo doce, não. Comprei o mínimo e o indispensável. Nem sabia dessa promoção! Há momentos, ao telefone é que a minha mãe me falou, do sucedido em especial, em Faro...

Ora, que posso dizer?
Que lamento tanto chegarmos a este ponto. Mas a necessidade a tal obriga. E acredito que ninguém lá tenha estado de total agrado. Metade do preço, nos dias que correm, faz toda a diferença.

Da iniciativa...
Duvido que a cadeia tenha tenha perdido sequer um cêntimo. Mas acho tão feia, neste dia...
E é por isso que sou apologista que, a retiraram feriados, deveriam tirar este. Nos dias que correm, não faz qualquer sentido. Aliás, nenhum. Alguém sabe pelo que se pugnou para se obter o dia do trabalhador? Claro que não.

Querem eliminar feriados? Tirem o primeiro de maio.

jornaldanet.com

2 comentários:

Paulo Nunes disse...

O dia do trabalhador são todos os dias.
Essa inciativa e o dumping não condeno..desde que paguem o devido aos fornecedores.
Só estou contra a exploração a que os funcionários foram sujeitos... :(

Feliz disse...

Por isso é que eu sou a favor a (ao levarem avante) retirarem esse feriado...

Sim, exploração. E ouvindo sempre o eco "não estás bem, temos milhares para ocupar o teu lugar..."

:(