Livro de Ponto

...Soma e Segue...

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Casamento: Ementa I

www.casamentos.pt
Ontem estivemos com a ementa em mãos. Logo de início, assim que nos deram os documentos tínhamos feito uma pequena triagem daqueles que eram os nossos pratos favoritos. Preferimos deixar passar algum tempo para olha para as sugestões com outros olhos. E assim fizemos. Tentámos enquadrar cada um dos pratos no momento preciso da festa, ou seja: o facto de ocorrer num início muito ténue da primavera, leva-nos a crer que estará um tempo a puxar para o frio e, dessa forma, será mais agradável escolher pratos quentes, aconchegantes e com cores mais quentes. 
Foi isso que fizemos. Agora aguardamos pelo momento da prova - ainda falta é certo. Mas contamos com ele para dissipar as dúvidas que ficaram no prato da carne e também na sobremesa!
Está a ser muito gira a preparação destes detalhes. Como (achamos) estamos a fazer tudo com "relativa" antecipação, ainda não sentimos o nervoso nem a ansiedade. (mas acreditamos que ainda virá em força!)


5 comentários:

Bid disse...

Eu sei o que o casamento representa, que as noivas se querem sentir princesas mas... tanta preparação? não deveriam as coisas serem mais naturais? Vai ser um dia da tua vida, não vale a pena gastares semanas para esse único dia. E terá mais encanto se as coisas surgirem, fores surpreendida, etc. Sou a favor dos casamentos simples: um padre, um local e amigos/familiares. Toda a ENORMIDADE que se pode dar à cerimónia fica pequenina quando comparado com a simples felicidade do dia.

Feliz disse...

Eu também concordo contigo friend! - mas temos ainda alguns convidados e infelizmente não dá para combinar em cima do joelho pois pelo menos a quinta e o cattering exigem antecedência! Em relação ao sr. padre, também é preciso combinar com tempo, pois não é "só" casar! Temos de fazer o cpm - curso de preparação do matrimónio! quê que você pensa?!? :D o casamento e uma cabana só mesmo em filme! :P

Bid disse...

Não é isso. Sei que é preciso cpm (parvoice) e que não é como nos filmes, mas provar refeição, provar vestido, provar tudo.. escolher tudo até ao mínimo pormenor tira a piada.

Sei que o melhor era ter muito dinheiro, pagar a uma empresa, não preocupar com nada e dizer "surpreendam-me", mas não sendo o caso seria curtir a simplicidade: "é uma comida qualquer, não estão cá para comer, estão para estar connosco no nosso dia. São pessoas que com 5€ são felizes no McDonalds". É esta a minha filosofia, sabes disso e pronto, tive que dizer

Feliz disse...

Claro que sei friend! E não censuro! Aliás, se o meu pai gostasse de Mac, até pensava duas vezes! E a minha avó? Não sei se na flor dos seus 97 anos a conseguiria convencer a uns nuggets! :P lool mas claro, há sempre um caldinho verde! :P

*C*inderela disse...

As minhas ementas foram parecidas a essas, enroladinhas e presas por um laço :)
Eu provei os pratos que escolhi uma semana ou duas antes do casamento. Gostei muito e os convidados também, acharam muito inovador alguns pratos.

Ps. Se precisares de alguma ajuda é só apitares.
Em relação à tua dúvida, quando fores à cabeleireira vê o tempo que ela demora a fazer o penteado para saberes no dia quanto tempo terás que levantar mais cedo por causa do pentedo, maquilhagem, fotos ... Eu casei à 13h e levantei-me às 7! 2h cabeleireia+1h maquilhagem+2h fotos.

Bjokas